Páginas

28/03/2018

TECIDOS ANIMAIS...8ANO

O termo histologia (do grego hystos = tecido + logos = estudo) refere-se ao estudo dos tecidos biológicos de animais e plantas, sua formação, estrutura e função. 
As células agrupadas com as mesmas características formam um tecido. 
Existem quatro tipos de tecidos animais – epitelial, conjuntivo, nervoso e muscular – e cada um desses tipos principais apresenta variações. 
Um órgão geralmente é composto por vários tipos de tecidos.

Vamos conhecer um pouco melhor sobre este assunto!





          Quer aprender mais?


Este material com animações vai enriquecer mais ainda seus estudos! Clique na figura para assistir a esta animação!


 Tecidos- animação

Dúvidas???


Então... ainda tem dúvidas?
Vamos ver mais informações neste material do www.planetabio.com...show!!! Clique na figura...

 Histologia


E peregrinando... encontrei este site bem legal, com muitas informações importantes. Vale a pena conferir... clicando sobre a figura...




 Mais tecidos...


Bom estudo!!!

Profe Graciela

13/03/2018

CELULAS... 8 ANO


Pessoal!

Separei um material que servirá de base para os estudos complementares, em casa, referente a CÉLULAS.
Posteriormente postarei material para estudo de tecidos!

Bom proveito e bons estudos!

Profe Graciela.

Tipos de células



CONDRÓCITOS



                                                                         EPITELIAL



                                                                         HEMÁCIAS


LEUCÓCITOS


PLAQUETAS (NO CENTRO DA FIGURA)

                                         

                                                       MUSCULAR ESTRIADA




                                                                    MUSCULAR LISA


                                                                         NEURÔNIOS



GAMETA- ÓVULO


GAMETA- ESPERMATOZOIDE


Falando de forma básica sobre as partes da célula...







CÉLULAS EM 3D


 





CÉLULAS VIVAS


 




 Clique aqui para ver COMO SÃO AS CÉLULAS

Saber mais sobre Teoria celular



Quer navegar mais...
Acesse o site da NUEPE em http://www.nuepe.ufpr.br/blog/?page_id=562
========================================================================

CITOPLASMA

É o espaço entre a membrana plasmática e a membrana nuclear.

Nas células eucarióticas, o citoplasma é constituído de uma solução aquosa, o citosol ou hialoplasma e de organelas membranosas. O citosol é uma solução concentrada de enzimas, RNA, aminoácidos, bases nitrogenadas, certos tipos de açúcares, metabólitos, íons inorgânicos, ribossomos e inclusões citoplasmáticas, como gotas de gordura e grãos de glicogênio, ou seja, inclui tudo o que não é organela delimitada por membrana.



ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS
Em células animais




Complexo golgiense– É um conjunto de membranas em forma de sacos. É responsável por armazenar as substâncias produzidas no interior da célula. Produz lisossomos.

http://www.planetabio.com/citoplasma.html

Lisossomos – São pequenas vesículas com enzimas digestivas que atuam para digerir substâncias que penetram na célula por fagocitose ou pinocitose. Também são responsáveis por digerir estruturas celulares desgastadas.

Retículo endoplasmático – É um sistema de membranas em formato de tubos e sacos, que atuam no transporte (REL) e  na síntese de esteróides (RER) e na desabilitação de hormônios e substâncias nocivas à saúde.

Ribossomos – São estruturas encontradas de forma livre no hialoplasma ou no retículo endoplasmático. Eles atuam em sínteses proteicas no interior da célula.

Mitocôndrias – São estruturas membranosas, responsáveis pela respiração celular.

Centríolos – São cilindros tubulares relacionados com a divisão celular. Responsáveis pela formação de cílios e flagelos.

Peroxissomos - São bolsas membranosas que contêm alguns tipos de enzimas digestivas, semelhantes aos lisossomos. São responsáveis por eliminar gorduras e aminoácidos e atuam no processo de desintoxicação das células.


Vamos entender melhor...
http://www.planetabio.com/citoplasma.html




Fixando... com Jubilu...






Clique aqui para ver ORGANELAS CITOPLASMÁTICAS


Vendo também em 3D




=======================================================================


 A MEMBRANA PLASMÁTICA


É lipoproteica, isto quer dizer que apresenta duas camadas de lipídios intercaladas por moléculas de proteínas.
A membrana plasmática delimita o espaço entre as células, protege e permite a entrada e saída de substâncias (permeabilidade seletiva).

A entrada de substâncias na célula é chamada ENDOCITOSE e a saída é chamada de  EXOCITOSE (  Clique aqui para ver! )





Tipos de processos realizados pela membrana:


Transporte passivo:

Sem gasto de energia, as substâncias  passam por entre as paredes da membrana, porém em espaços diferenciados conforme seu tamanho. Veja:

OSMOSE: 
Passagem de água por entre a membrana. Esta passagem acontece do meio menos concentrado (em menor quantidade de água) para o mais concentrado (mais quantidade de solutos) afim de equilibrar os meios dentro e fora da célula. CLIQUE E VEJA!


ESSA EXPLICAÇÃO SOBRE OSMOSE É SHOW!!!



DIFUSÃO SIMPLES
A passagem de solutos, do meio mais concentrado (em maior quantidade)para o menos concentrado (em menor quantidade),  acontece por entre a camada de lipídios da membrana, as substâncias são pequenas e não exigem esforço da célula. Exemplo oxigênio e Gás carbônico.





DIFUSÃO FACILITADA
A passagem de solutos, do meio mais concentrado (em maior quantidade)para o menos concentrado (em menor quantidade),  acontece COM O AUXÍLIO DE UMA PROTEÍNA, as substâncias são um pouco maiores e não passam simplesmente por entre a camada de lipídios. estas podem ser:

DIFUSÃO FACILITADA POR PROTEÍNA DE CANAL
O auxílio para este transporte são as proteínas de canal. Ex. Proteínas.



DIFUSÃO FACILITADA POR PROTEÍNA CARREADORA
O auxílio para este transporte são as proteínas CARREADORAS (COM ENCAIXE ESPECÍFICO). Ex.glicose 






Vamos ver alguns vídeos interessantes que explicam estes processos com animações:


Clique aqui para ver membrana 






Transporte ativo:
Feito com gasto de energia, a membrana se projeta e engloba a substância.

Se a mesma for SÓLIDA o processo é chamado FAGOCITOSE.
Se for LÍQUIDA, o processo é chamado PINOCITOSE.

VEJA: CLIQUE AQUI!



========================================================================



NÚCLEO


Porção  que controla as funções químicas executadas pela célula e armazena o material genético.
Em células vegetais o núcleo  normalmente se encontra na periferia da célula quando o vacúolo estiver cheio; na célula animal é encontrado na porção central.
As células podem ser mononucleadas= 1 núcleo - Ex. célula epitelial
                               polinucleadas= vários núcleos- Ex. neutrófilo
                               anuncleada= sem núcleo. Ex. hemácias


Estrutura do núcleo

Carioteca- membrana que o protege. Encontrada nos eucariontes.
Nucleoplasma- cariolinfa, onde fica a cromatina.
Nucléolo- feito por DNA, proteína e RNAr. Se cora com mais facilidade.
Cromatina- onde ficam os cromossomos. Na espécie humana são 46 cromossomos, sendo 44 autossomos e 2 sexuais.


Tipos de cromossomos




Imagem www.grupoescolar.com.br

Os cromossomos abrigam os genes.
O local do DNA no cromossomo se chama Loco gênico.
Cromossomos encontrados aos pares são os homólogos.


Divisão celular auxiliada pelo centríolo:

MITOSE
Ocorre com as células somáticas (2n), todas menos os gametas.
Formam-se duas células filhas com mesmo número de cromossomos.
Veja a animação clicando na figura:





MEIOSE

 Ocorre com as células gaméticas (n),  os gametas, masculino (espermatozoide) e feminino (óvulo).
Formam-se quatro células filhas com metade do  número de cromossomos.

Veja a animação clicando na figura:




Querendo aprender mais????
Assista o Vídeo sobre a Divisão celular:



Estudando as células...7ano

Olá turma!

Vamos estudar um pouco sobre as características de seres vivos.

1) Organização Celular Teoria celular
- Todo ser vivo é formado por células
- A célula é a unidade básica da vida
- Todo ser vivo se origina de uma célula preexistente.

Saber mais sobre Teoria celular





Tipos de células


CÉLULA ANIMAL:

* Muda a forma (estrelada, espiralada, fusiforme...)
* Núcleo central
* Presença dos centríolos auxiliando na divisão celular.



























                    

CÉLULA VEGETAL:
* Mantem a forma (na maioria das vezes retangular)
* Apresenta vacúolo para armazenamento de água
* Tem cloroplastos para a realização da fotossíntese
* Com parede celular feita de celulose para garantir uma proteção extra da célula.
* Núcleo periférico.



















CÉLULA BACTERIANA




QUANTO AO NÚMERO DE CÉLULAS:


* UNICELULARES - com apenas uma célula- bactérias, algas cianofíceas e alguns fungos.

* PLURICELULARES- com muitas células- alguns fungos, algumas algas, animais e vegetais.


QUANTO AO TAMANHO DA CÉLULAS:

Para medir o diâmetro de uma célula nós usamos uma unidade de medida diferente, o micrometro. Equivalente a um milionésimo de metro (0,000 001), ele é representado por um símbolo específico e nós seres humanos só enxergamos a partir de 100 micrômetros.
Vamos ver uma representação em escala, clicando no link abaixo.

http://learn.genetics.utah.edu/content/cells/scale/




QUANTO A PRESENÇA DE CARIOTECA (Membrana que envolve o núcleo):

* PROCARIONTES- sem carioteca
Ex. bactérias, algas cianofíceas.

* EUCARIONTES- com carioteca. 
Ex. protistas, fungos, animais e vegetais.

 


Estrutura das células





 Vamos observar... CÉLULA EM 3D. 
Clique no link        http://3d.cl3ver.com/0MKDN


Quer saber mais... acesse o site da NUEPE





2) Busca de energia

Os organismos para se manterem vivos precisam de energia, que é obtida a partir dos alimentos ou da fotossíntese.

http://www.antigomoodle.ufba.br/mod/book/print.php?id=71685&chapterid=19274


O modo em que os organismos obtém o alimento pode ser classificados como:
  • Autótrofos: Os seres vivos, como plantas e as algas que realizam a sua nutrição por meio da fotossíntese.
  • Heterótrofos: Os seres vivos, que buscam energia se alimentando de outros seres vivos pois são incapazes de produzir energia sozinhos (através da fotossíntese). Assim temos:
  • herbivoros- que se alimentam de vegetais.
  • carnívoros- que se alimentam de outros seres vivos
  • onivoros- se alimentam de ambos anteriores.



3) Capacidade de responder a estímulos

Essa reação é feita das mais variadas formas.
As plantas, por exemplo, não possuem sistema nervoso,  mas  podem reagir com movimentos, como ocorre com a dormideira ou sensitiva, que se fecha quando é tocada; ou ainda apresentar um fenômeno conhecido como fototropismo (crescimento da planta orientado pela luz).


A essa capacidade de responder a estímulos do meio ambiente chamamos de irritabilidade.

Os animais apresentam respostas mais complexas aos estímulos do meio ambiente porque apresentam sistema nervoso. Possuem sensibilidade

4) Reprodução

A reprodução é uma das características comuns a todas as espécies de seres vivos. Ter filhotes, isto é, ter descendentes, é importante para garantir a ocupação do ambiente e para se manter como espécie. 


Tipos de reprodução


Reprodução sexuada é aquela em que há participação de células especiais, os gametas

Os gametas são células que carregam parte do material genético que formará um novo ser.

No animal, o gameta masculino é o espermatozoide e o gameta feminino é o óvulo.
A união dos gametas, que dá origem a um novo ser, chama-se fecundação
A fecundação pode ser interna, ou seja o gameta masculino encontra o gameta feminino dentro do corpo da fêmea, ou externa, ou seja o gameta masculino encontra o gameta feminino fora do corpo da fêmea.



reprodução assexuada não envolve estas etapas especiais, os gametas; depende apenas das células.

Tipos:
Brotamento


Bipartição

Esporos




Atenção!!!!
Vantagem da reprodução sexuada- gera indivíduos geneticamente diferentes, com maior diversidade.
Desvantagem- velocidade mais lenta.

Vantagem da reprodução assexuada- velocidade mais rápida, gerando muitos descendentes.
Desvantagem- indivíduos geneticamente iguais, pouca variedade.

5) Ciclo de vida

Nasce, cresce, amadurece, reproduz, envelhece e morre.





6) Crescimento

Os seres vivos, se multicelulares, crescem por divisões celulares. Nosso tamanho depende do número de células que temos. 
Depois que os órgãos dos seres vivos chegam ao tamanho característico e/ou determinado geneticamente, as células são apenas recicladas para a manutenção do tamanho.


7) Respiração
É uma troca gasosa de O2 e CO2 entre o organismo e o ar da atmosfera. Isso significa usar o oxigênio do ar, a fim de produzir energia, processo do qual ocorre a liberação de gás carbônico, essencial para a sobrevivência dos organismos.

Anaeróbios- não usam oxigênio como fonte de energia.
Aeróbios- usam oxigênio como fonte de energia.



Atenção!!!






22/02/2018

7º ano- Estudando a origem da Terra e da Vida

Olá pessoal!!!

Entender como a vida surgiu é algo bastante complicado e alvo de discussão contínua no meio científico e religioso.
Nossa questão é  entender da melhor maneira possível como a ciência  tenta explicar tais fatos. Existem muitas teorias, nos focaremos em uma delas, a teoria heterotrófica.

Através dos slides e de alguns videos ficará mais fácil tal compreensão.
Bom trabalho!!!

















Teoria de Oparin- 

Segundo Oparin, o nosso planeta, a Terra tem cerca de 4,5 bilhões de anos e no início sua temperatura era muito elevada (B).
As temperaturas do planeta iam diminuindo gradativamente, e com isso, a água que evaporava se condensava na atmosfera e caía novamente, sob a forma de chuva, que evaporavam novamente, pois as temperaturas ainda eram muito elevadas. 
A atmosfera primitiva era composta por átomos de carbono, hidrogênio, oxigênio  e nitrogênio, que se ligaram formando os compostos amônia (NH3), metano (CH4), hidrogênio (H2) e vapor de água(H2O). 
Nessa época ainda não havia gás oxigênio (O2), nem nitrogênio (N2).
Com o ciclo de chuvas e tempestades havia muitas descargas elétricas provenientes dos raios (A).   Essas descargas atuavam sobre as moléculas, promovendo ligações químicas e formando moléculas mais complexas, como os aminoácidos.
Com o resfriamento da Terra, imensas áreas alagadas deram origem aos oceanos. A água da chuva arrastava os compostos para as rochas. 
Essa moléculas, conforme a temperatura da terra ia diminuindo, iam se tornando mais complexas e fazendo cada vez mais ligações, transformando a água dos oceanos em grandes sopas orgânicas.(C) As proteínas formadas foram se aglomerando, até formar os coacervados.
Em algum momento dessa evolução, os coacervados sofreram mutações, evoluíram  e adquiriram a capacidade de se alimentar e reproduzir, dando origem a um ser vivo primitivo muito simples.

Fontes: 
Amabis, José Mariano. Biologia. Volume 1. Editora Moderna.
adaptado de http://www.infoescola.com/evolucao/ideias-de-oparin/

Experimento de Muller para comprovar as características da Terra Primitiva e a Teoria proposta por Oparin


17/09/2017

BIOMAS BRASILEIROS

RELAÇÕES ECOLÓGICAS

Pessoal! 
 Material para estudar Ecologia!
 Bom proveito!!!


12/09/2017

Sistema locomotor para o 8º ano

Pessoal!

Encontrei um material bem bacana sobre ossos que podem nos auxiliar nos estudos.
Vamos lá... clique sobre a figura e bom estudo!


 Ossos do corpo humano


Vamos praticar um pouco?

Olha que bacana ...


 Ossos

Gostou?
Quer praticar mais?
Então clique em...

O melhor da Anatomia